sexta-feira, 8 de abril de 2011

Como estou hoje...



A tristeza é tanta que é difícil achar as palavras... mas hoje estou assim... de luto pelas famílias que perderam seus filhos na tragédia de Realengo.
Que Deus console os corações saudosos e nos proteja.