domingo, 14 de junho de 2009

Cachecol Carinho em andamento


Quase pronto... aprendi com a Andréia do blog MARAVILHAS DO CROCHE quer aprender... passa lá.

3 comentários:

Carla disse...

Ai, querida, desculpe-me pela ausência na sua página. Gosto tanto de vir aqui! Mas o Dieter, o danadinho do meu computador, andou dando uns chiliques e foi para o conserto. Hoje, havendo retornado no sábado à noite, tarde, tarde, já estava com o mesmo temelique, acredita?!

De toda forma, poxa, como foi bom voltar. As flores são lindas! Imprimi e vou levar para minha profs de crochê me ensinar a fazê-las iguazinhas às suas. Caem como uma luva no cachecol que já tricotei há quinhentos anos (na verdade, há três semanas) e que desejo tanto enfeitar com umas bossas, sem nunca me decidir por quais. Bem, acabo de me decidir, tem de ser com flores lindonas de crochê, como as suas.

Achei muito, muito, muito criativas as capas de interruptor! Nossa! Se eu tivesse filhos, Teresa, juro que encomendava para o quartinho das crianças e para o lugarzinho de estudo deles. Tenho uma queda especial por macaquinhos e girafas e você foi no ponto!

Que cachecol é esse, menina!!! Lindo! Fui lá no Maravilhas do Crochê e já peguei a receita. Vou tentar fazê-lo para mim. Não sei se vou conseguir, massss... hahahaha!

Ainda sobre o cachecol, a cor que você escolheu para o seu é maravilhosa! É feminina sem afetamentos ou frivolidades, é de uma feminilidade segura e tranquila. Seu cachecol parece com você!

Parabéns por todas as escolhas, querida. E, ai, que bom! Voltei a visitar seu blog! Já sentia sua falta!

Carla disse...

Escrevi lá nos meus lembretes: "Para a próxima vida: lembrar-me de ser cunhada da Teresa". hahahahaha! Se é para ter cachecóis lindos assim, aaaah, eu me caso com quantos irmãos você tiver! hahahaha! Mas, claro, só na próxima vida. Nesta, ele já é compromissado e... bem, não faço essas coisas por nenhum cachecol do mundo, nem por esse, tão lindo, fofo, classudo e maravilhoso! hahahaha!

Olha, sinto muito, mas o Dieter fez um curso de leitura dinâmica e leu o que você escreveu antes mesmo de eu botar os olhos nas letrinhas. hahaha! Tive que suborná-lo para entrar no seu blog.

O problema com o Dieter, tadinho, é que ele é um FrankensPC. Eu não jogo computadores fora e nem os substituo. Tenho essas coisas ecológicas de não jogar fora produtos dificilmente biodegradáveis (o que um computador tem de chumbo nas peças não está no gibi!), então, substituo processador, monitor, placas, memória e por aí vai. O Dieter tem um super-espaço de disco (tenho dois enormes, foi um dos HDs, exatamente, que já estava tísico, coitado), é rápido pacas, enfim, tem tudo de bom. Mas, de vez em quando, cisma, tem chilique, parece uma prima-dona decotada, como dizia o Nelson Rodrigues. hahahaha! Vou na luta com ele mesmo. Se eu o substituo é capaz de ele rogar uma praga no outro bebê computador que o sucessorzinho não vá sequer abrir uma folhinha de Word, já pensou?

hahahahaha!

εïз Andrea Cris εïз disse...

Olá Amiga
Que Felicidades ver seu Cachecol Carinho que Lindo a cor Maravilhosa...Adorei
PARABENS
Bjs
Andrea